15 Dicas de Saúde que Você Precisa Conhecer com Urgência

Editoria de Saúde - Revisado: 10 de Novembro de 2016
Conheça 15 Dicas de saúde testadas e aprovadas que você poderá aplicar imediatamente e ver por si mesmo os resultados...
Mel de Abelha

Investimento em saúde é um ativo cujos dividendos são anos de vida adicionais...

Uma opção barata e eficaz para curar Pequenos Ferimentos de pele com escoriações...

Use Mel de abelha comum puro. Lave o ferimento e aplique uma discreta camada de mel sobre o mesmo.

O mel é ainda um poderoso auxiliar no tratamento de afecções da garganta, e quando tomado com chá morno de limão, torna-se um potente antioxidante e consagrado antigripal.

E tudo isso graças aos seus princípios Bactericidas que também o tornam e um eficiente cicatrizante, e o mais importante, quando usado topicamente, sem efeitos colaterais. Faça o teste e comprove por si mesmo.

Observações: Não há restrições para o uso tópico. Já no caso da ingestão deverá haver alguma cautela na presença de hiperacidez gástrica e gastrite, uma vez que poderá acentuar o quadro clínico.

Uma excelente solução contra Queimaduras com bolhas ou para cicatrizar ferimentos com escoriações maiores...

Não há nenhum outro ingrediente natural que supere a seiva da Babosa. Compre a folha da planta nas feiras livres ou casas de plantas medicinais.

Ela se conserva bem na geladeira por vários dias. Corte a folha e esprema sua seiva em forma de gel deixando uma fina camada sobre o ferimento. Aplique pelo menos duas vezes ao dia.

A cicatrização é total, e o mais importante, não deixa cicatriz nenhuma à vista. Não há restrições para o uso.

Para combater dores nas Juntas ou Articulações, Coluna, Ossos, Dores Musculares em geral...

Use Água ou Óleo de Cloreto de Magnésio. Compre nas farmácias Cloreto de Magnésio PA (Puro para Análise) em pó. Caso não encontre a variedade PA, pode ser o Hexahidratado que é o mais comum à venda nas farmácias.

Misture todo conteúdo da embalagem, cerca de 30 gramas do produto, em meio litro de água mineral quente; não precisa ser fervida, apenas quente. Deixe dissolver completamente o cloreto de Magnésio. Depois de frio, aplique sobre os locais das dores, ou em qualquer outra parte do corpo, como, por exemplo, braços, pernas, barriga, etc. Ele será absorvido pela corrente sanguínea e fará efeito do mesmo jeito. Para fazer o óleo use todo pacote em 50ml de água destilada quente. Os procedimentos são os mesmos já descritos.

Caso deseje que a solução se conserve por mais tempo, use sempre água destilada ao invés da mineral.

No caso da água, o ideal é armazenar o líquido em um frasco de 300 ml com tampa spray e aplicar na pele de 10 a 15 jatos a cada dia e espalhar com as mãos. No caso do óleo use frascos menores, e aplique a metade da quantia recomendada para a água.

Apesar de ser liberado para ingestão, nesse caso, não precisa ingerir, pois o efeito é o mesmo. Pode provocar um pouco de sonolência, aumento no volume das evacuações, e em alguns casos, uma leve coceira transitória no local da aplicação, algo em torno de 15 minutos; depois passa. Aplique uma ou duas vezes ao dia. Por ser muito concentrado, o óleo de Cloreto de Magnésio nunca deverá ser ingerido.

A coceira indica apenas que há uma carência de Magnésio no corpo, não sendo nenhum indício de toxicidade do mineral.

Advertência: Não tem contra indicação. Apenas as grávidas ou lactantes deverão usar sob orientação médica. Na forma de óleo, o Cloreto de Magnésio é exclusivo para uso tópico.

Superdosagem: Quando ingerido na forma líquida em quantias acima do normal, pode provocar hipotensão, náuseas, diarréia, irritação gástrica, hiperacidez estomacal, fraqueza muscular e fadiga.

Notas: