15 Dicas de Saúde que Você Precisa Conhecer com Urgência

Editoria de Saúde - Revisado: 10 de Novembro de 2016
Conheça 15 Dicas de saúde testadas e aprovadas que você poderá aplicar imediatamente e ver por si mesmo os resultados...
Brotos germinados

Os alimentos vegetais orgânicos tem o poder de potencializar algumas colônias de bactérias benéficas à nossa flora intestinal, tornado-as mais resistentes e eficientes.

Acrescente Brotos germinados à sua alimentação e receba como presente uma saúde de qualidade superior...

Você pode comprá-los já prontos em alguns supermercados, ou casas especializadas em produtos Vegetarianos ou Veganos; ou então aprender a cultivá-los em casa.

Seu cultivo é muito simples e não requer técnicas especiais ou processos complicados. Não há restrições ao seu consumo, nem para as mulheres grávidas. São alimentos com altíssimo potencial nutricional, ricos em minerais, vitaminas e fitoquímicos.

Os fitoquímicos são substâncias antioxidantes repletas de nutrientes especiais e que dão cor aos vegetais. Fortalecem a imunidade, renovam e dão fôlego novo à flora intestinal.

Se informe sobre o potencial nutricional e terapêutico de cada uma das variedades de Brotos comestíveis; descubra aqueles que mais se adaptam ao seu perfil e paladar.

Caso deseje obter mais informações sobre seus benfícios consulte um médico que seja Nutrólogo, pois as demais especialidades dificilmente poderão lhe falar a respeito desse tipo de alimento com conhecimento de causa.

Não há restrições em relação ao seu consumo.

Acrescente Broto germinado de Amêndoa à sua Dieta Regular...

É um alimento de alto poder nutricional, especialmente para as mulheres que estão na fase do climatério ou menopausa, uma vez que contém mais cálcio do que qualquer outro alimento existente na natureza. Sem contar que ajudam na estabilidade do Estrogênio, um dos mais importantes hormônios femininos.

Mas todo esse potencial de cálcio e demais substâncias químicas só existe na amêndoa germinada. É excelente para a saúde do cérebro.

É rico em fitoquímicos que cuidam de ajustar os hormônios femininos, além de vitaminas, inclusive algumas variedades do complexo B.

Como broto, é ainda rico em Colina, fosfato de potássio e magnésio. Pode ser ingerido também na forma de leite. Bastam 8 sementes sem a película para um copo de leite altamente nutritivo. Não precisa coar antes de tomar.

Não há restrições em relação ao seu consumo, dentro dos padrões recomendados.

Superdosagem: Não há relatos de efeitos adversos quando consumido em quantidades acima do recomendado, muito menos benefícios adicionais.

Tome água de Coco Verde todos os dias...

Além de refrescante é rico em nutrientes e minerais. Perfeito para repor os minerais perdidos após crises de diarréias, exercícios físicos moderados ou intensos.

A água de um Coco Verde de tamanho médio, algo em torno de 400 ml, contém apenas 42 calorias. Carrega ainda 15% de todo Magnésio que você precisa em um dia, e 17% do Potássio necessário. O Magnésio previne Diabetes, Asma e osteoporose.

O Potássio cuida dos nervos, dos músculos e da saúde das artérias.

A água ainda tem o potencial para relaxar o corpo e baixar a pressão arterial; possui Citocininas, compostos que ajudam a reduzir a possibilidade do aparecimento de células cancerígenas e trombos vasculares.

Vale esclarecer que a água fresca do Coco Verde não possui os elementos graxos e químicos da polpa da fruta já madura, aquela que você consome ralada, e que provoca alergia em algumas pessoas. E ao contrário da polpa da fruta madura, a água do coco verde raramente provoca reações alérgicas.

Possui propriedades anti-inflamatórias, antienvelhecimento e cuida da saúde da pele, sendo também plena de antioxidantes. Contém ainda Cálcio, vitamina C, Ômega 6, vitaminas do complexo B, Selênio, e muito mais.

Então, o que está esperando?

Não há restrições em relação ao seu consumo, dentro dos padrões recomendados.

Superdosagem: Quando ingerida de forma exagerada, a água do coco verde poderá provocar fraqueza muscular, hipotensão arterial, sonolência excessiva e hiperacidez gástrica.

Notas: