Dicas de Educação
Dicas de Educação
18 Dicas para Ajudar Você a Compreender mais suas Crianças
Editoria de Educação - 22 de Agosto de 2015
Autor: Site de Dicas

Alberto Silva Filho[1]

Quando uma Atividade didática é divertida, nem Parece que faz parte das Obrigações Escolares...
"Se o educador é capaz de transformar um passatempo lúdico em uma atividade potencializadora da cognição, a este, podemos chamar de mestre..."
Como compreender as Crianças
Quem disse que não é melhor aprender brincando?
Como compreender as Crianças
Quem disse que não é melhor aprender brincando?

Se a educação infantil se presta a criar no pequeno um alicerce sólido que ajudará a moldar sua personalidade adulta, cuidar para que as coisas certas sejam ali inseridas é dever de todo educador, sejam os pais, ou profissionais remunerados.

Mas, não basta querer educar segundo uma cartilha ou regras teóricas criadas por "sonhadores" que pouco ou nada sabem da natureza infantil. Aliás, desde a mais remota antiguidade, naquele tempo em que os educadores recebiam seus alunos em casa, já se sabia que, só está apto a ensinar, aquele que é capaz de estudar a natureza original dos educandos.

Eis a questão: Se compreendo meus educandos, tenho uma real possibilidade de interagir corretamente com eles. Isso é muito simples e extraordinariamente lógico. Da aceitaçao do educador pelo educando, aí sim, ambos poderão colher frutos verdadeiramente profícuos.

Mas, como tornar isso possível? Simples, observando como se comportam, de forma passiva, sem interferir com os métodos ou protocolos mecanizadores da atual pedagogia, enfim, aprendendo com eles.

Desse modo, é preciso lembrar sempre que...

  1. O desenho é uma atividade espontânea na criança.

  2. Desenhar é tão natural como tagarelar, cantar, ou assoviar.

  3. A criança desenha simplesmente porque tem vontade de desenhar.

  4. A criança se expressa emocionalmente através do desenho.

  5. Conhecendo a criança, pelo exame dos desenhos e características dos esboços com os quais tentam se comunicar, pais ou educadores terão em mãos um retrato psicológico profundo da mesma.

  6. O Jardim-de-infância não é um curso primário ou básico em miniatura.

  7. Um bom brinquedo deve ser isento de perigos, simples, fácil de limpar, durável.

  8. Nem sempre o brinquedo mais didático é o preferido. Saber introduzir instrução através das brincadeiras é uma forma inteligente de educar. E tem mais, as crianças aprenderão brincando!

  9. Uma tesoura (sem ponta) é um dos brinquedos que mais agrada a uma criança de 3 ou 4 anos.

  10. É necessário saber ser criança para poder brincar com as crianças.

  11. O educador deve aproveitar todos os momentos para educar a linguagem e ampliar a experiência e vocabulário infantis.

  12. Todas as oportunidades devem ser utilizadas para a iniciação matemática.

  13. Atividades simples como: "Quantas meninas de cabelo preto tem na sala de aula, ou meninos", são exercícios matemáticos aplicados à vida real. Isso mostra a elas como se usa matemática fora dos cadernos de tarefas.

  14. Deve-se preferir as atividades criadoras ao invés das dirigidas.

  15. Jogos de memória não são feitos apenas com cartões ilustrados, mas com tampinhas de garrafas e outros objetos. Além de gostarem muito desse tipo de atividade, os benefícios são inumeráveis. Também, tente fazê-las repetir palavras. Pode ser na ordem falada ou apenas aquelas que conseguiram memorizar.

  16. Por mais simples que seja uma tarefa, as comparações em relação ao desempenho individual, ou coletivo, devem ser substituídas por orientações que enfatizem o aperfeiçoamento.

  17. Não há mal algum que os meninos brinquem com as bonecas, assim como fazem as meninas.

  18. Os modernos pedagogos afirmam: "Afinal de contas, se a menina cresce para ser mãe, o rapaz não virá um dia a ser pai?"

Editoria de Educação do Site Mundo Simples.
Veja mais detalhes sobre o autor nas notas abaixo.

Nota de Copyright ©
Conteúdo reproduzido sob permissão do Site De Dicas[1]

Proibida a reprodução para fins comerciais sem a autorização expressa do autor ou site.

[1] Alberto Silva Filho - albfilho@gmail.com
É pesquisador das Ciências Cognitivas e orientador em educação infantil e adulta, inclusive da terceira idade, com especialização em Educação Integral e Consciencial. É também escritor de contos infantis e adultos, e um dos colaboradores fixos deste Site.
O autor não possui Website ou Blog pessoal.

Mais artigos do autor em: http://www.sitededicas.com.br/dicas.htm



Mais Sugestões de Leitura

Outras Sugestões de Leitura do mesmo Tema...