Dicas de Educação
Dicas de Educação
Aprenda a identificar quais são os Sintomas do Déficit de Atenção e Hiperatividade...
Editoria de Educação - 22 de Agosto de 2015
Autores: Alberto Silva Filho
Vamos ficar atentos, mas sem Paranóias...
"Na moderna pedagogia não há mais espaço para abordagens acadêmicas medievais..."
Quais são os Sintomas do Déficit de Atenção e Hiperatividade
A criança não escolhe voluntariamente um distúrbio de comportamento como parte da sua personalidade...
Quais são os Sintomas do Déficit de Atenção e Hiperatividade
A criança não escolhe voluntariamente um distúrbio de comportamento como parte da sua personalidade...

Desatenção, Hiperatividade, e Impulsividade são os principais componentes nesse tipo de distúrbio.

É normal para todas as crianças apresentarem, algumas vezes, comportamentos tais como, Desatenção, Impulsividade ou Hiperatividade, no decorrer de suas vidas, ou durante o dia a dia. Mas, para as crianças Hiperativas, estes elementos comportamentais, além de mais severos, ocorrem com maior frequência.

Para que o diagnóstico de tal distúrbio seja comprovado, uma criança deve ter os sintomas acima relacionados por pelo menos 6 meses ou mais, e tê-los de forma mais intensa, quer dizer frequente, do que ocorre com as demais crianças da mesma idade.

Pergunta:
O que devemos levar em conta para diagnóstico do Déficit de Atenção e Hiperatividade (DAH)?

Para encontrar os critérios para o diagnóstico, alguns aspectos devem ser considerados.

Se seis, ou mais, dos itens relacionados abaixo, nos tópicos Desatenção ou Hiperatividade/Impulsividade persitirem durante por pelo menos 6 meses, ou acima disso, é bom ficar de olhos abertos.

1) Crianças que têm sintomas de DESATENÇÃO podem apresentar os seguintes indícios:

  • Se distraem facilmente, esquecem detalhes das coisas, esquecem coisas, e frequentemente mudam, sem aviso prévio, de uma atividade para outra, sem concluir nenhuma delas.

  • Têm grande dificuldade em focar uma tarefa de cada vez.

  • Tornam-se enfastiadas com uma tarefa em poucos minutos, a menos que a coisa que esteja fazendo seja do seu inteiro agrado.

  • Têm dificuldade em manter a atenção quando organizando ou realizando uma atividade, aprendendo algo novo, ou mesmo durante as atividades recreativas.

  • Têm dificuldade em completar ou retornar as tarefas de casa. Estão frequentemente perdendo coisas (lápis, canetas, brinquedos, as próprias tarefas), materiais que são necessários à execução dos trabalhos.

  • Frequetemente parecem não escutar quando lhes dirigem a palavra diretamente.

  • Frequentemente evitam, não gostam ou relutam, em aceitar tarefas que exijam esforço mental e atenção constante.

  • Sonham acordados, tornam-se facilmente confusos, movem-se com lentidão, demoram a reagir quando lhes chamam a atenção.

  • Têm dificuldade em processar informações no mesmo ritmo e precisão das demais.

  • Com frequência não seguem instruções e não finalizam as atividades escolares, tarefas em casa, ou obrigações no local de trabalho - mas, não devido à comportamento oposicionista ou falha em compreender instruções.

  • Desviam sua atenção dos afazeres atuais atraídos por estímulos externos.

2) Crianças com sintomas de HIPERATIVIDADE podem apresentar os seguintes indícios:

  • As mãos ou os pés estão sempre inquietos.

  • Na sala de aula, se contorcem e ficam inquietos em seus assentos, ou levantam-se com frequência.

  • Mexem-se ou levantam-se excessivamente em ocasiões onde isso não é permitido - Em adultos ou adolescentes pode se limitar a uma sensação de agitação ou ansiedade.

  • Têm dificuldade para realizar tarefas ou atividades que exijam passividade ou concentração.

  • Parece que estão sempre prontos para irem embora, ou agem como se um motor as impulsionassem.

  • Não conseguem parar de falar.

  • Estão em constante movimento, tocando ou mexendo em tudo que possam ver à sua frente.

  • Têm dificuldade de permanecer sentadas, mesmo enquanto comem, ou em reuniões, ou ouvindo estórias, assistindo tv, etc.

3) Crianças com IMPULSIVIDADE podem apresentar os seguintes sintomas:

  • Grande e injustificada impaciência.

  • Fazem comentários indevidos, mostram suas emoções sem restrições, e agem sem medir as consequências.

  • Têm dificuldade em esperar por coisas que desejam, ou esperar pela sua vez em atividades distribuídas por turnos.

  • Frequentemente interrompem conversações de outras pessoas, ou outras atividades.

Finalmente, Déficit de Atenção e Hiperatividade pode ser confundido com outros problemas.

Pais e professores podem se equivocar algumas vezes em reconhecer crianças com sintomas de Desatenção, apenas porque elas frequentemente são calmas e não apresentam os sinais característicos daqueles que já possuem o distúrbio.

Sentam-se quietas, parecem fazer as atividades, mas, frequentemente, não estão prestando a atenção ao que está sendo feito, ou falado em sala de aula.

Elas podem mesmo ficar em grupos, no meio de outras crianças, convivendo aparentemente bem e sem problemas, quando comparados com aquelas que sabidamente têm o problema.

Mas, crianças com Desatenção, não são os únicos casos que podem ser confundidos com esse tipo de Desordem. Por exemplo, muitos adultos acham que crianças, aquelas de fato com Hiperatividade e Impulsividade, estão apenas passando por problemas emocionais, ou questões disciplinares.

A avaliação final que determina se o paciente tem ou não o Déficit é feito por um Psico-pedagogo especializado em Déficit de Atenção e Hiperatividade.

Editoria de Educação do Site Mundo Simples.
Veja mais detalhes sobre o autor nas notas abaixo.

Nota de Copyright ©
Proibida a reprodução para fins comerciais sem a autorização expressa do autor ou site.

[1] Alberto Silva Filho - albfilho@gmail.com
É pesquisador das Ciências Cognitivas e orientador em educação infantil e adulta, inclusive da terceira idade, com especialização em Educação Integral e Consciencial. É também escritor de contos infantis e adultos, e um dos colaboradores fixos deste Site.
O autor não possui Website ou Blog pessoal.

Bibliografia consultada:
1) GreatSchools - http://www.greatschools.org/
2) ABDA - Associação Brasileira do Déficit de Atenção - http://www.tdah.org.br/

Mais artigos do autor em: http://www.sitededicas.com.br

Mais Sugestões de Leitura

Outras Sugestões de Leitura do mesmo Tema...